Limiar de Lactato

10 Mar

Muitos pesquisadores consideram o limiar de lactato um bom indicador do potencial do atleta para exercícios de resistência.  O limiar de lactato é definido como aquele ponto no qual o lactato sanguíneo começa a se acumular substancialmente acima das concentrações de repouso durante o exercício de intensidade crescente. Exemplificando, um corredor poderia ser solicitado a correr em uma esteira ergométrica em diferentes velocidades, com um período de repouso entre cada mudança de velocidade.  Após cada corrida, é coletada uma amostra de sangue da ponta do dedo ou de uma das veias do braço com o auxílio de um cateter para determinação do lactato sanguíneo. Os resultados deste teste podem ser utilizados na construção da curva de relação entre lactato sanguíneo e velocidade de corrida. Em baixas velocidades de corrida, os níveis de lactato no sangue permanecem nos níveis de repouso ou próximos a eles. Contudo, à medida que a velocidade de corrida aumenta, as concentrações de lactato no sangue aumentam rapidamente, além de alguma velocidade-limite. O ponto no qual o lactato sanguíneo parece aumentar desproporcionalmente acima dos níveis de repouso é denominado limiar de lactato.

Acreditava-se que o limiar de lactato refletisse a interação dos sistemas energéticos aeróbio e anaeróbio. Alguns pesquisadores sugeriram que o limiar de lactato representa um desvio significativo na direção da glicólise anaeróbia, que forma o lactato. Por conseqüência, a súbita elevação no lactato sanguíneo em decorrência do esforço também era chamada de “limiar anaeróbio”. Porém, a concentração de lactato sanguíneo é determinada não só pela produção dessa substância no músculo esquelético ou em outros tecidos, mas também pela eliminação do lactato do sangue pelo fígado, pelo músculo esquelético, pelo músculo cardíaco e por outros tecidos do corpo. Assim, o limiar de lactato fica mais acertadamente definido como aquele ponto no tempo, durante o exercício de intensidade crescente, em que a velocidade da produção de lactato excede a velocidade de eliminação ou remoção dessa substância.

Em geral, o limiar de lactato é expresso em termos da porcentagem de consumo máximo de oxigênio (%VO2max) em que ocorre. A capacidade de se exercitar em alta intensidade sem que ocorra acúmulo de lactato é benéfica para o atleta, pois o acúmulo de lactato contribui para a fadiga. Os principais determinantes de um desempenho de resistência bem-sucedido são o VO2max e o percentual de VO2max que pode ser mantido pelo atleta durante um período prolongado. É provável que esse último fator esteja relacionado com ao limiar de lactato, pois é possível que esse indicador seja o principal determinante do ritmo que pode ser tolerado durante um evento de resistência de longa duração. Assim, a capacidade de ter desempenho em um percentual mais elevado de VO2max provavelmente reflete um limiar de lactato mais alto. Consequentemente, um limiar de lactato a 80% do %VO2max sugere uma maior tolerância ao exercício aeróbio em comparação com um limiar a 60% do %VO2max. Em geral, em dois indivíduos com o mesmo consumo máximo de oxigênio (VO2max), a pessoa com o limiar de lactato mais alto exibe um melhor desempenho de resistência, embora outros fatores também contribuam para isso.    

Referências:

McARDLE, W. D.; KATCH, F. I.; KATCH, V. L. Fisiologia do Exercício: Energia, Nutrição e Desempenho Humano. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.

POWERS, S. K.; HOWLEY, E. T. Fisiologia do Exercício: Teoria e Aplicação ao Condicionamento e Desempenho. 6. ed. Barueri: Manole, 2009.

2 respostas para “Limiar de Lactato”

  1. Rodrigo Almeida 10 de Março de 2011 at 15:26 #

    Parabéns nikolas… excelente artigo e muito bem escrito… agora gostaria que discriminasse melhor por exemplo qual é a quantidade de lactato em repouso e qual é o ponto que a partir disse há um aumento desenfreado do nível de lactato no sangue, isto para «leigos» seria interessante…

    Um grande abraço e me mande sempre estes artigos…

  2. Níkolas 10 de Março de 2011 at 19:06 #

    Tudo Bem Rodrigo!
    Esse artigo é uma transcrição de um parágrafo do livro do wilmore & cosill 2010.

    Os níveis de lactato em humanos durante repouso estão geralmente entre 1.0 mmol/l e 2.0 mmol/l.

    Os níveis de lactato em alguns atletas já foram encontrados entre 25.0-30.0 mmol/l apesar de níveis tão altos serem raros.

    A concentração de lactato no limiar de lactato corresponde a 4
    mmol/l, ponto no qual há um aumento desenfreado do nível de lactato no sangue. Esse valor pode variar.

    Valeu Rodrigo!!!!!

Deixe uma resposta