Uma dúvida comum nas academias de musculação e muitas vezes não respondida por parte dos professores é a transferência da mesma intensidade absoluta (peso executado) do leg press 45º para o leg press vertical fazendo com que o praticante execute as séries com um peso baseado na sua percepção subjetiva de esforço e uma intensidade relativa um pouco diferente.
Em horários de pico (academia cheia) as pessoas não tem paciência em esperar um praticante terminar sua carga de treinamento em determinado aparelho (no caso no leg press 45º) e fazem os exercícios em outro aparelho (no caso no leg press vertical). Entretanto o peso absoluto do aparelho não significará a mesma intensidade relativa nestes dois aparelhos. Os ajustes são subjetivos, na maioria das vezes, o que não é o ideal.
Para minimizar as diferênças na mudança da máquina na intensidade relativa devemos considerar o seguinte;
Exemplo:
Uma praticante de nível avançado executa 3 séries de 8 repetições com pausa de 1 minuto e com a duração livre no leg press 45º com o peso absoluto de 200kg (1962N). Para que esta praticante treine com uma intensidade relativa semelhante no leg press vertical, devemos levar em consideração a seguinte equação para o ajuste do peso absoluto:

Movimento com Velocidade Constante

F > P x cos 45º + Atrito                  (F= Força; P= Peso; cos 45º= 0,71;  atrito guias= 1% Mancal=0,5%)

(o atrito vai depender da característica do aparelho, número de guias, mancais, etc)

Então,

F > 200 x 0,71 + 4,5

F > 146,5 kg ( 1437N ) Seria o Peso Absoluto Aproximado No Leg Press Vertical para que a praticante possa treinar com uma intensidade relativa semelhante à do Leg Press 45º

Arrancada

F > P x cos 45º + Atrito + Inércia

Written by NÍK - Treinamento Esportivo

3 Comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>